Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Vencedor do Oscar, William Hurt morre aos 71 anos
Rio – O ator William Hurt morreu aos 71 anos, neste domingo, de causas naturais. O artista se tornou um dos principais protagonistas na década de 1980, ganhando um Oscar pelo filme ‘O Beijo da Mulher Aranha’ (1985), que tinha no elenco os artistas brasileiros Sônia Braga, Herson Capri e Milton Gonçalves. 

Através de um comunicado enviado ao site ‘Variety’, o filho do artista, Will, falou sobre a morte do pai. “É com grande tristeza que a família Hurt lamenta a morte de William Hurt, pai amado e ator vencedor do Oscar, em 13 de março de 2022, uma semana antes de seu aniversário de 72 anos. Ele morreu pacificamente, entre familiares, de causas naturais”.

Sônia Braga lamentou a morte de Willian no Instagram, neste domingo. “É com surpresa e muita tristeza que eu soube que o lindo Molina de ‘O Beijo da Mulher-Aranha’ nos deixou hoje. William Hurt, 71, jovem demais. Descanse em paz”, escreveu Sonia Braga em inglês. 
Hurt foi indicado a quatro Oscars ao longo de sua longa carreira por seu trabalho nos filmes: “O Beijo da Mulher Aranha”, em que foi o vencedor, “Filhos do Silêncio” (1986), “Nos Bastidores da Notícia” (1987) e “Marcas da Violência” (2005). Entre seus trabalhos de maior destaque também estão: “Perdidos no espaço” (1998) “Viagens alucinantes” (1980).
Recentemente, Hurt tornou-se bem conhecido pelos jovens com sua interpretação do general Thaddeus Ross, em 2008, em “O Incrível Hulk”. Mais tarde, ele reprisou o papel em “Capitão América: Guerra Civil”, “Vingadores: Guerra Infinita”, “Vingadores: Ultimato” e “Viúva Negra”.
O ator deixa projetos gravados, como o filme “The King’s Daughter” e a série “Pantheon”.

Ator faleceu em casa, de causas naturais, neste domingo

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy