Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Restaurantes do McDonald’s na Rússia registram longas filas nos últimos dias de funcionamento
Os restaurantes do McDonald’s na Rússia tiveram longas filas de carros e pessoas nos últimos dias de funcionamento da empresa no país, que interrompeu suas atividades nesta segunda-feira, 14. A decisão de interromper os trabalhos foi anunciada na semana passada, após a rede de fast-food sofrer pressão nas redes sociais para demonstrar oposição à invasão russa na Ucrânia.
O McDonald’s tem 850 lojas no país e emprega cerca de 62 mil funcionários, que continuarão recebendo salário durante o período em que as unidades estiverem fechadas. Em vídeos que circulam pelas redes sociais, é possível ver os restaurantes lotados e funcionários cantando.
Em comunicado aos funcionários e franqueados, o CEO do McDonald’s, Chris Kempczinski, informou que a empresa se soma a outras que já pressionam a Rússia pelo fim do conflito.
O fechamento das unidades também contou com protestos, como o de um pianista que se algemou à porta de uma lanchonete e foi detido pela polícia.

Rede de fast-food anunciou a interrupção das atividades na semana passada, após pressão na internet

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy