Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Biden adverte a Rússia a não entrar em ‘uma polegada’ do ‘território da Otan’
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, alertou a Rússia para não entrar em uma “polegada” do território da Otan, ao fazer um grande discurso sobre o conflito na Ucrânia em Varsóvia no sábado (26).

“Nem pense em se mover um centímetro dentro do território da Otan”, alertou Biden, reiterando a “obrigação sagrada” dos membros da aliança de defender seu território “com toda a força de nosso poder coletivo”.

O presidente dos Estados Unidos, em visita à Polônia, assegurou que a guerra na Ucrânia se tornou um “fracasso estratégico” da Rússia.

Entenda o conflito 

O conflito na Ucrânia pela Rússia teve início nesta quinta-feira, 24, após o presidente russo Vladimir Putin autorizar a entrada de tropas militares no país do leste europeu. A invasão culminou em ataques por ar, mar e terra, com diversas cidades bombardeadas, inclusive a capital Kiev, que já deixou mais de 130 mortos e mais de 300 feridos. Essa é a maior operação militar dentro de um país europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

A ofensiva provocou clamor internacional, com reuniões de emergência previstas em vários países, e pronunciamentos de diversos líderes espalhados pelo mundo condenando o ataque russo à Ucrânia. Em razão da invasão, países como Estados Unidos, Reino Unido e o bloco da União Europeia anunciaram sanções econômicas contra a Rússia.

A invasão ocorreu dois dias após o governo russo reconhecer a independência de dois territórios separatistas no leste da Ucrânia – as províncias de Donetsk e Luhansk. Com os ataques, Putin pretende alcançar uma desmilitarizaração e a eliminação dos “nazistas” , segundo o presidente russo.

Outros motivos de Putin pela invasão na Ucrânia se dão pela aproximação do país com o Ocidente, com a possibilidade do país do leste europeu fazer parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan),
aliança militar internacional, e da União Europeia, além da ambição de expandir o território russo para aumentar o poder de influência na região.

Presidente dos Estados Unidos, em visita à Polônia, assegurou que a guerra na Ucrânia se tornou um “fracasso estratégico” de Putin

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy