Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Vídeo; alpinista luta contra urso e se salva usando golpes de artes marciais
Um alpinista enfrentou uma situação de vida ou morte ao se deparar com um urso durante uma escalada pelo Monte Futago, no Japão. O animal selvagem avançou sobre o homem que, para sobreviver, precisou lutar contra a fera. Ele conseguiu se salvar ao aplicar golpes de artes marciais no animal. Em um vídeo gravado pela câmera GoPro do viajante, é possível ver os socos e chutes utilizados por ele. A cena causou comoção pela coragem do alpinista e pela sorte de sair vivo.
No vídeo que foi publicado no dia 5 de outubro, nas redes sociais do viajante, é possível ver ele descendo a montanha. Em um certo momento, o viajante dá de cara com um urso que estava acompanhado de um filhote. O animal, provavelmente, se sentiu ameaçado com a presença do humano e tomou impulso para atacar.
Nas imagens, o alpinista aparece assustado com a situação, mas como correr não era a melhor opção naquele momento, ele decide encarar a fera. “Ao invés de medo, mudei para a sensação de que, se ele estava se aproximando, eu não teria escolha a não ser enfrentá-lo”, ele escreveu, em seu canal no Youtube.
Quando o animal avança, o homem grita e começa a desferir golpes e chutes no rosto dele, que recua por alguns instantes. Além do esforço para conter os golpes, o viajante ainda precisa se equilibrar e se agarrar as rochas.
Ele permanece parado esperando o urso ir embora, mas o animal se recusa a desistir e tenta atacá-lo por baixo. Segundo depois, o animal vai para longe desaparecendo na mata. O alpinista acredita que a confusão aconteceu porque ele invadiu o território do uso, que estava tentando proteger o seu filhote.

“Olhando para o vídeo, parece que o urso me atacou para proteger o filhote. Eu invadi o território deles, mas, como fui atacado, me defendi em legítima defesa”, conta. Ele também diz que sempre leva consigo um “sino de urso”, artefato usado para afastar os animais, mas, ao descer o Monte, não o utilizava por ser “barulhento demais”.

O homem também explicou que, desde criança, treina karatê e artes marciais, e essas técnicas de luta ajudaram a manter a calma, para lutar pela sua sobrevivência.
Depois que a família dos ursos desceu o Monte, o alpinista subiu para o cume novamente. Depois de descansar e respirar, desceu pelo mesmo caminho que havia feito. Por conta dos golpes no urso e de se segurar “desesperadamente” nas pedras, suas mãos foram cortadas e seu pulso direito foi levemente torcido.

Viajante gravou toda a situação e publicou nas redes sociais

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy