Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Ucrânia investiga dez russos por supostos crimes de guerra em Bucha
Kiev – A Procuradoria Geral ucraniana anunciou nesta quinta-feira, 28, que abriu uma investigação contra 10 soldados russos acusados de supostos cometidos em Bucha. “Dez soldados da 64ª brigada de fuzileiros russos serão investigados por relação com o tratamento cruel de civis e outras violações da lei e dos costumes da guerra”, afirmou a promotoria em um comunicado.

Segundo a Procuradoria, os militares russos “tomaram como reféns civis que não participavam nas hostilidades e não estavam armados” durante sua ocupação em Bucha, em março. “Os ocupantes não lhes deram de comer nem de beber”, detalha a fonte.

“Os suspeitos os fizeram ficar de joelhos, vendaram os olhos com tela e papel adesivo, amarraram as mãos com fitas plásticas e ameaçaram matá-los disparando de maneira deliberada em sua direção”, continua.

A Procuradoria ainda afirmou que as autoridades procuram os 10 homens com o objetivo de detenção e e levá-los à justiça. Em 2 de abril em Bucha, jornalistas da AFP observaram uma rua repleta de cadáveres. A ONU documentou o “massacre, incluindo alguns por execução sumária”, de 50 civis durante uma missão na cidade.

Os ucranianos acusaram os russos de crimes de guerra, mas Moscou negou qualquer responsabilidade e falou de uma “encenação” por parte de Kiev.

De acordo com a Procuradoria ucraniana, militares russos ‘tomaram como reféns civis que não participavam nas hostilidades e não estavam armados’

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy