Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Trump pede à Suprema Corte que se pronuncie sobre documentos apreendidos
O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump pediu nesta terça-feira, 4, à Suprema Corte que intervenha na disputa legal sobre os documentos confidenciais que foram apreendidos durante uma operação em sua mansão de Mar-a-Lago, Flórida.

O magnata republicano entrou com uma ação urgente pedindo à corte que impeça o Departamento de Justiça de examinar cerca de 100 documentos classificados apreendidos em sua casa. O recurso não questiona a legalidade da operação realizada em agosto pela polícia federal em Mar-a-Lago, apenas contesta a decisão de um tribunal de apelação que autorizou o Departamento de Justiça a examinar esses documentos sem aguardar as conclusões de um especialista independente, que deveria revisá-los.

Trump, que não descarta concorrer a um novo mandato em 2024, considera-se perseguido politicamente e afirma que os documentos apreendidos são pessoais ou desclassificados.

O ex-presidente também enfrenta um julgamento civil em Nova York, acusado de ter manipulado os ativos de seu grupo para obter empréstimos mais vantajosos ou para reduzir impostos.

Magnata republicano entrou com uma ação urgente para impedir o Departamento de Justiça de examinar cerca de 100 arquivos

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy