Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Soldados ucranianos em Mariupol ‘lutarão até o fim’, diz primeiro-ministro
Ucrânia – Os últimos defensores de Mariupol ainda ocupam partes da cidade e “lutarão até o fim” contra as tropas russas, disse o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmygal, em entrevista transmitida pela televisão americana ABC neste domingo (17).

“A cidade não caiu. Nossas forças militares, nossos soldados ainda estão lá. Eles vão lutar até o fim”, assegurou Shmygal no “This Week”, horas depois do ultimato russo para depor as armas.

Soldados ucranianos sitiados em Mariupol neste domingo parecem ter ignorado o ultimato da Rússia de depor as armas e evacuar este porto estratégico no sudeste da Ucrânia, cuja ocupação seria uma grande vitória para Moscou.

O primeiro-ministro ucraniano também rejeitou as recentes alegações do presidente russo, Vladimir Putin, de que as tropas de Moscou estavam vencendo a guerra.

“Nenhuma grande cidade caiu. Apenas (a cidade de) Kherson está sob o controle das forças russas, mas todas as outras cidades estão sob o controle da Ucrânia”, insistiu Chmygal, especificando que mais de 900 municípios, incluindo a capital Kiev, permanecem livre da ocupação russa.

“Atualmente estamos lutando na região de Donbass e não pretendemos desistir”, acrescentou falando em inglês.

Em entrevista também transmitida neste domingo por outra rede de televisão americana, a CNN, o presidente ucraniano Volodimir Zelensky descartou a ideia de deixar Moscou tomar a região de Donbass e parte do leste da Ucrânia para impedir o banho de sangue.

“A Ucrânia e seu povo são claros sobre isso. Não temos direito aos territórios de ninguém, mas não vamos abrir mão do nosso”, disse ele.

Tropa parece ter ignorado o ultimato da Rússia de depor as armas e evacuar o porto estratégico no sudeste da Ucrânia

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy