Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Rei Charles III agradece mensagens de apoio na véspera do funeral da rainha Elizabeth
O rei britânico Charles III agradeceu, neste domingo, 18, aos britânicos e ao mundo por seu apoio após a morte de sua mãe, Elizabeth II, na véspera de seu funeral de Estado, que se anuncia histórico. O agradecimento ocorreu após um minuto de silêncio, observado em grande parte do país, às 20 horas locais (16h de Brasília).
“Nós nos sentimos profundamente emocionados pelas numerosas mensagens de condolências e apoio que recebemos deste país e de todo o mundo”, expressou Charles III em uma mensagem, lembrando a resposta do público “em Londres, Edimburgo, Hillsborough e Cardiff”, em alusão às quatro regiões britânicas: Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e Gales.
A fala do rei põe fim a um dia intenso em que ele ofereceu uma recepção no Palácio de Buckinham para as dezenas de dirigentes vindos para o funeral da rainha Elizabeth, nesta segunda-feira, 19, como o brasileiro Jair Bolsonaro e o americano Joe Biden.
O silêncio feito pelo Reino Unido se traduziu, na capela ardente instalada no Westminster Hall, em uma paralisação da fila de pessoas que desde a quarta-feira, 14, desfilam diante do caixão da soberana para lhe dar o último adeus.
Agora, restam poucas horas para os britânicos prestarem suas homenagens à rainha, que morreu no dia 8 deste mês. A capela ardente fechará suas portas às 06h30 locais (02h30 de Brasília) desta segunda-feira, quando começa o funeral. 
A cerimônia será iniciada com o transporte do caixão da rainha do Parlamento britânico, até a Abadia de Westminster. Às 11H00 (7H00 de Brasília) começará a cerimônia fúnebre, oficiada pelo deão de Westminster, David Hoyle, e com um sermão de Justin Welby, líder espiritual da Igreja Anglicana, da qual o monarca da Inglaterra é o chefe desde o rompimento de Henrique VIII com Roma no século XVI.
Após o funeral, o caixão de Elizabeth II será levado em uma montaria, com a participação de militares, pelas ruas de Londres até o Wellington Arch, em Hyde Park Corner, em um cortejo que deve ser observado por um milhão de pessoas. A partir deste ponto será levado de carro até o Castelo de Windsor, a 30 quilômetros de distância, onde acontecerão uma nova cerimônia fúnebre, apenas para a família, e o enterro.
Espera-se que centenas de milhares de pessoas se reúnam ao longo do trajeto e milhões devem assistir ao funeral em pubs, telões instalados em parques e até cinemas exibirão o rito.
 

Pronunciamento acontece após Reino Unido ficar um minuto em silêncio para homenagem à monarca

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy