Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Referendo antiaborto fracassa no conservador estado de Kentucky
Frankfort – Um referendo destinado a bloquear qualquer proteção do direito ao aborto fracassou no estado americano de Kentucky, conservador e majoritariamente republicano, informaram nesta quarta-feira, 9, as redes ‘ABC’ e ‘CNN’. Em uma consulta realizada paralelamente às eleições de meio de mandato, 52% dos eleitores rejeitaram uma emenda à Constituição estadual que destacava que o texto “não protege” o direito ao aborto.
Embora o aborto continue ilegal em Kentucky, essa é uma grande vitória para os defensores do acesso ao aborto após a decisão da Suprema Corte de que cada estado tem a liberdade de proibir a interrupção da gravidez em seu território.
“É uma vitória importante que estabelece as bases para futuros avanços”, disse o Instituto Guttmacher, que defende o direito ao aborto e a métodos contraceptivos em todo o mundo.
Em junho, o mais alto tribunal revogou a sentença que consagrou meio século atrás nacionalmente o direito das mulheres a interromper sua gestação. Kentucky, onde os republicanos têm uma sólida maioria, aprovou imediatamente uma lei que proíbe os abortos. Várias organizações então acionaram recursos legais para tentar invalidar a lei.
Para bloquear essas medidas, opositores ao aborto propuseram o referendo prevendo que um resultado favorável colocaria fim às ações legais e protegeria a lei vigente, que não prevê exceções em caso de estupro ou incesto.
Essa votação faz parte de uma série de vitórias dos defensores do acesso ao aborto, que também ganharam nos estados da Califórnia, Vermont e Michigan, de maioria democrata.

Durante as eleições de meio de mandato, 52% dos eleitores rejeitaram uma emenda à Constituição estadual

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy