Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Putin assina anexação de quatro territórios ucranianos à Rússia
O presidente russo, Vladimir Putin, assinou, nesta sexta-feira, 30, a anexação de quatro regiões da Ucrânia à Rússia em uma cerimônia no Kremlin na presença dos líderes pró-russos desses territórios controlados total ou parcialmente por Moscou. O movimento intensifica a guerra que já perdura há sete meses e dá início a uma nova fase imprevisível do confronto.

Os quatro líderes e Putin assinaram os documentos de anexação diante de um público composto por membros do governo, deputados, senadores e outros  participantes da elite política, antes de se darem as mãos e gritarem “Rússia!”, junto com os demais presentes.

“Existem quatro novas regiões russas”, disse Putin durante a cerimônia feita para a anexação. “As pessoas que vivem nessas quatro regiões estão se tornando nossos cidadãos para sempre”, acrescentou. A região equivale a praticamente um quinto da Ucrânia. 
A anexação acontece após os chamados referendos realizados por autoridades apoiadas pela Rússia no leste e sul da Ucrânia sobre a adesão à Rússia. “As pessoas fizeram sua escolha clara”, disse Putin, nesta sexta. “A escolha das pessoas para fazer parte da Rússia está predicada na história”, acrescentou.
Os votos nos referendos são ilegais sob a lei internacional e foram rejeitados pela Ucrânia e nações ocidentais como “uma farsa”. Mas para Putin, a anexação desses territórios significa a união da pátria: “As pessoas foram separadas de sua pátria quando a União Soviética se rompeu”, afirmou Putin. “A Rússia não busca trazer a União Soviética de volta”, completou.
O presidente russo também disse que o governo ucraniano deve “respeitar a vontade das pessoas”. Além disso, afirmou que a Rússia defenderá suas terras “com todos os meios” e trabalhará para “aumentar a segurança nas novas regiões”.
Com a anexação foram incorporados a Rússia as regiões de Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporizhzia no sul — cerca de 15% do território da Ucrânia. A Rússia anexou em 2014 a península da Crimeia (sul), o que também não foi reconhecido pela comunidade internacional.
*Com informações da agência AFP

Cerimônia oficializou a incorporação das regiões de Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporizhzia, cerca de 15% do solo da Ucrânia

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy