Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Presidente mexicano lidera marcha em demonstração de força
Em meio a uma grande multidão, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, chegou neste domingo (27) ao centro da Cidade do México para liderar uma marcha que convocou para comemorar os quatro anos de seu mandato. O líder de esquerda avançava com dificuldade entre a multidão, que gritava “é uma honra estar com Obrador!”, o lema clássico de seus apoiadores.
A mobilização, vista pelos analistas como uma demonstração de força para as eleições de 2024, lotou a rotatória central do Anjo da Independência, com apoiadores vestidos com camisas e bonés roxos, cor do partido governista Morena.
Ele estava acompanhado, entre outros, pelo chanceler Marcelo Ebrard, pelo secretário do Governo, Adán Augusto López, e pela prefeita da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, os três candidatos do partido governista para sucedê-lo como presidente.
Em torno do Anjo, o clima era tumultuado, mas festivo, com música mariachi e a palavra AMLO – sigla do presidente – estampada em camisetas, bonés e cartazes de seus apoiadores que chegavam de várias partes do país.
“Gosto da maneira de governar de AMLO, sempre fazendo tudo pelos mais desprotegidos”, disse à AFP Alma Pérez, educadora de 35 anos que viajou do estado de Guerrero “exclusivamente” para participar da marcha.
Carregando uma foto do presidente que trouxe com a esperança de que fosse assinada, Pérez afirma que as críticas de seus opositores “não fazem sentido”.
“Claro que quero apoiar López Obrador. Ele fez o que nenhum presidente fez pelos pobres, embora tenha alguns pontos a melhorar, como a falta de segurança”, disse Ramón Suárez, eletricista de 33 anos que veio com seu namorada e filha dela, 5 anos.
“Convido toda a população, todos aqueles que puderem comparecer, porque é um evento histórico”, disse o presidente às vésperas da mobilização.
Marcha da oposição
“AMLO, você me representa, não os conservadores”, dizia uma das mensagens escritas nas faixas dos simpatizantes.
Pouco antes do início da marcha, era notória a mobilização organizada de apoiadores, com dezenas de carros e ônibus estacionados nas ruas circundantes ao Anjo, observou a AFP.
Esta é a primeira grande manifestação oficial durante o governo de López Obrador, que conta com uma popularidade de 59%, segundo uma média de pesquisas realizadas pela empresa Oráculus.
Acontece duas semanas depois que a oposição mobilizou dezenas de milhares de pessoas na Cidade do México contra um projeto de reforma eleitoral. Essa marcha da oposição se tornou uma expressão de rejeição ao primeiro governante de esquerda do México, que baseia sua popularidade em extensos programas sociais.
AMLO nega que a marcha deste domingo seja uma resposta à mobilização da oposição de 13 de novembro e garante que é para “celebrar” as conquistas nos campos social, econômico e de segurança.
Após a marcha, que considera uma oportunidade para “fortalecer” seu “movimento de transformação”, o presidente apresentará seu relatório anual no Zócalo, a principal praça pública do país, destino final da manifestação.
AMLO quer “mostrar força política”, comentou à AFP Fernando Dworak, analista do Instituto Tecnológico Autônomo do México (ITAM).
“É um erro grave da oposição acreditar que o presidente pode ser derrotado nas ruas”, acrescentou Dworak.
A mobilização também acontece em meio a um ambiente de campanha antecipada. López Obrador “sabe, como especialista em termos político-eleitorais, que para ganhar as eleições precisa de uma máquina que funcione o tempo todo”, disse à AFP Gustavo López, pesquisador da Universidade Tecnológica de Monterrey.
Esse propósito é favorecido pela falta de uma liderança forte na oposição, que foi agrupada em uma plataforma chamada “Va por México”, composta pelo outrora hegemônico PRI, a Ação Nacional de direita PAN e o PRD (esquerda).

Marcha foi convocada para comemorar os quatros anos de seu mandato

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy