Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Morre Rafael Cauduro, expoente da arte contemporânea mexicana
O artista plástico e muralista Rafael Cauduro, considerado um dos maiores expoentes da arte mexicana contemporânea, morreu aos 72 anos de idade no último sábado, 3. A informação foi confirmada em suas redes sociais, mas a causa de morte não foi informada.

Nascido em 1950 na Cidade do México, fez faculdade de arquitetura e desenho industrial na Universidade Iberoamericana entre 1968 e 1972, mas mudou os rumos da carreira para se tornar pintor, já que desenhava desde pequeno. Como nunca teve estudos formais na área artística, pôde trilhar seu próprio caminho, tanto nas pinturas como nas esculturas, afastado das correntes de sua época.

Sobre seu estilo, chegou a afirmar em entrevista de 2004: “Não quero ter limites quanto à minha obra. Minha intenção é deixá-la muito aberta para mudar no momento em que quiser”. Sua primeira exposição se deu em 1976, na Casa del Lago de Chapultepec, e em 1984 se apresentou individualmente no Museu do Palácio de Belas Artes. Também foi exposto em museus dos Estados Unidos e na Expo Mundial de 1986, em Vancouver, no Canadá.

O mural Un Clamor Por La Justicia, que pintou na sede da Suprema Corte mexicana entre 2006 e 2009 é considerada sua obra-prima. Sua incursão ao hiper-realismo lhe catapultou ao posto de um dos maiores expoentes do gênero no México.

O mural Un Clamor Por La Justicia, que pintou na sede da Suprema Corte do México entre 2006 e 2009, é considerada sua obra-prima

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy