Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Guerra na Ucrânia: míssel russo teria atingido Polônia e matado duas pessoas
Varsóvia – Uma explosão em Przewodów, no leste da Polônia, nesta terça-feira (15) deixou duas pessoas mortas. O local fica próximo da fronteira do país com a Ucrânia. O episódio foi confirmado pela equipe de Corpo de Bombeiros local, segundo informações da agência Reuters.

De acordo com notícias da agência Associated Press, um importante funcionário da inteligência dos Estados Unidos, que não teve seu nome divulgado, relatou que a explosão aconteceu por culpa de mísseis disparos pelo governo da Rússia. A Polônia faz parte da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

O governo dos EUA se posicionou oficialmente e declarou que não pode confirmar que os mísseis russos foram responsáveis pela explosão que ocorreu na Polônia.

“Estamos cientes das notícias da imprensa alegando que dois mísseis russos atingiram um local dentro da Polônia, perto da fronteira com a Ucrânia. Posso dizer que não temos nenhuma informação neste momento para corroborar esses relatórios e estamos investigando isso mais a fundo”, explicou o porta-voz do Pentágono, Patrick Ryder.

O governo polonês seguiu o mesmo discurso dos Estados Unidos. O porta-voz do país, Piotr Mueller, relatou que o primeiro-ministro Mateusz Morawiecki chamou os responsáveis pela segurança nacional para debater o tema e decidir quais medidas serão adotadas.

“O primeiro-ministro Mateusz Morawiecki convocou com urgência a Comissão do Conselho de Ministros para os assuntos de Segurança e Defesa Nacional”, comunicou Mueller em um perfil no Twitter.

Os bombeiros foram até o local da explosão, no entanto, não divulgaram qual o motivo da causa. O oficial Lukasz Kury disse que os trabalhos seguirão ocorrendo para descobrir o que aconteceu.

A Rússia no centro da guerra

No começo do ano, a Rússia entrou em guerra com a Ucrânia. Um dos motivos para o conflito se deu pela vontade dos ucranianos entrarem no grupo que pertence a Otan. Desde então, o país russo tem sofrido sanções de diversos países, como Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha.

Nesta terça, a Rússia voltou a atacar Kiev e outras grandes cidades ucranianas, indo na contramão dos pedidos realizados pelos líderes do G20, que desejam o fim da guerra entre os países europeus.

O presidente da Ucrânia, Volodymir Zelensky, discursou para a cúpula do G20 e afirmou que chegou o momento de dar um ponto final nos confrontos.

“Estou convencido que agora é o momento em que a guerra pode e deve ser interrompida”, declarou por vídeo.

No entanto, caso seja confirmado que a explosão na Polônia aconteceu por causa de mísseis russos, a tendência que a situação piore. Quando um país da Otan é atingido, todos os outros membros se reúnem para promover ações.

Há informações de que mísseis russos foram responsáveis pela destruição. Os Estados Unidos não confirmam a origem da explosão

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy