Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Governador de Oklahoma rejeita pedido de clemência e detento é executado nos EUA
McAlester – Um condenado de 50 anos foi executado nesta quinta-feira, 25, na Penitenciária Estadual de McAlester, após o governador de Oklahoma, Kevin Stitt, rejeitar uma recomendação de clemência do conselho de indultos do americano.
James Coddington foi executado por injeção letal na manhã desta quinta-feira, segundo funcionários da prisão. “A execução de hoje aconteceu de acordo com o protocolo, sem nenhum problema”, disse Scott Crow, diretor do Departamento Correcional de Oklahoma.
Um procedimento falido obrigou o Oklahoma a suspender temporariamente as execuções em 2015, que foram retomadas em outubro do ano passado. Coddington foi condenado à morte pelo assassinato em 1997 de um amigo, Albert Hale, de 73 anos, que se recusou a lhe dar dinheiro para comprar drogas.
A Junta de Indultos e Liberdade Condicional de Oklahoma recomendou a medida de clemência para Coddington, mas o governador Kevin Stitt a rejeitou na quarta-feira. Coddington se tornou a décima pessoa executada nos Estados Unidos em 2022.
 

James Coddington estava no ‘corredor da morte’ desde 1997 após assassinar o amigo, Albert Hale, de 73 anos

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy