Portal Jornal

Seu portal de notícias!
FBI e MI5 dizem que China quer roubar segredos das companhias de tecnologia do Ocidente
Os chefes do FBI e do serviço de segurança doméstico da Grã-Bretanha (conhecido como MI5) emitiram advertências severas aos líderes empresariais sobre as ameaças representadas pela espionagem da China, especialmente aquela destinada a roubar propriedade intelectual de companhias ocidentais de tecnologia.

Em uma rara aparição conjunta nesta quarta-feira, 6, na sede do MI5, Christopher Wray, diretor do FBI, e Ken McCallum, diretor-geral do MI5, pediram aos executivos que não subestimassem a escala e a sofisticação da campanha de Pequim.

“O governo chinês está determinado a roubar sua tecnologia — seja lá o que for que faça sua indústria funcionar — e usá-la para minar seus negócios e dominar seu mercado”, disse Wray à plateia de empresários. “Eles estão determinados a usar todas as ferramentas à sua disposição para fazer isso.”

A China usa hackers patrocinados pelo Estado em grande escala junto com uma rede global de agentes de inteligência em sua busca para obter acesso à tecnologia que considera importante, alegaram Wray e McCallum.

Wray disse que o FBI está abrindo uma nova investigação de contrainteligência na China a cada 12 horas. McCallum disse que o MI5 está realizando sete vezes mais investigações sobre atividades suspeitas na China agora do que em 2018.

A China está engajada em “uma campanha coordenada em grande escala” que representa “uma disputa estratégica ao longo de décadas”, disse McCallum.

Chefes dos serviços de inteligência alertaram executivos de multinacionais para o risco de ataques de hackers a mando de Pequim

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy