Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Ex-conselheiro de Trump é condenado por obstruir investigação de ataque ao Capitólio
Um júri de um tribunal federal considerou Steve Bannon, ex-assessor de Donald Trump, culpado de desacato por se recusar a cooperar com a comissão do Congresso que investiga o ataque ao Capitólio.

Este discreto mas muito influente conselheiro manteve-se em contato com o ex-presidente republicano até os dias que antecederam o assalto de 6 de janeiro de 2021. A comissão parlamentar pediu a Bannon que prestasse uma declaração e apresentasse documentos, o que ele recusou.

O júri de um tribunal federal em Washington deliberou por menos de três horas e considerou Bannon, de 68 anos, culpado em ambas as acusações que pesavam sobre ele.

A sentença será conhecida posteriormente. Bannon pode ser sentenciado a entre um mês e um ano de prisão por cada acusação.

A comissão parlamentar que investiga o ataque ao Capitólio queria saber sobre o que Steve Bannon e Donald Trump conversaram nos dias anteriores a 6 de janeiro.

Os congressistas intimaram Steve Bannon a testemunhar e apresentar documentos. Ele se recusou, invocando o direito dos presidentes de manter algumas conversas em segredo, o que levou o ex-assessor de Trump a ser acusado de “obstruir as prerrogativas investigativas do Congresso”.

Na abertura dos debates, na terça-feira, a promotora Amanda Vaughn acusou Steve Bannon de se considerar “acima da lei”. O advogado de Steve Bannon chamou a comissão de perseguição política.

Steve Bannon pode ser sentenciado a entre um mês e um ano de prisão por cada acusação

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy