Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Bolsonaro diz que vai apresentar a Zelensky ‘solução’ para guerra na Ucrânia
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que pretende apresentar ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, uma “solução” para a guerra travada com a Rússia desde fevereiro. A previsão é que os dois líderes conversem por telefone na próxima segunda-feira, na presença do ministro de Relações Exteriores, Carlos França.

Sem detalhar qual sua proposta para o conflito observado por todo o mundo, Bolsonaro limitou-se a dizer que vê semelhanças com a guerra das Malvinas, confronto entre Argentina e Reino Unido travado em 1982 pelas ilhas chamada pelos britânicos de Falklands.

“Vou dar minha opinião a ele o que eu acho. A solução para o caso guerra. Eu sei como seria a solução do caso. Mas não vou adiantar. A solução do caso como acabou a guerra da Argentina com o Reino Unido em 1982? É por aí”, disse Bolsonaro em entrevista à CNN Brasil publicada no site do canal. “Vou conversar bastante com ele Zelensky. É uma liderança e vou dar minha opinião para ele. Essa guerra tem causado transtorno não só para o Brasil. Brasil menos. É muito mais para a Europa”, seguiu o presidente, que costuma culpar a guerra na Ucrânia pela alta dos combustíveis no Brasil.

A guerra na Ucrânia começou em 24 de fevereiro, uma semana após Bolsonaro fazer visita oficial ao presidente da Rússia, Vladimir Putin. Embora o Brasil tenha condenado a invasão na Organização das Nações Unidas, o presidente sempre enfatizou que sua postura é de “neutralidade” em razão da dependência do país dos fertilizantes russos.

Já a guerra das Malvinas terminou em questão de meses com a rendição da Argentina, país que reivindica até hoje a posse das ilhas. Em 1982, a ditadura militar argentina mandou soldados para as ilhas como forma de se manter no poder – tentou atiçar o sentimento nacionalista para resistir às pressões pela redemocratização do país, mas não obteve sucesso.

Presidente não detalhou qual será sua proposta para por fim ao conflito

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy