Portal Jornal

Seu portal de notícias!
Autoridades investigam empresário que queimou obra de Frida Kahlo avaliada em US$ 10 milhões
Um milionário de Miami alegou ter queimado uma obra de US$ 10 milhões, cerca de R$ 53,8 milhões, da renomada pintora Frida Kahlo como parte de um lançamento da NFT (um token não fungível, que é um tipo especial de token criptográfico). Agora, ele é investigado por autoridades do México, terra natal de Frida. A informação foi dada pelo Instituto Nacional de Belas Artes e Literatura do país ao jornal “New York Post”.

O empresário Martin Mobarak filmou a si mesmo aparentemente incendiando uma pintura pequena e colorida de Kahlo em um evento em julho. A ação pretendia promover a venda de versões digitais da obra rara, considerada um tesouro nacional no México. No vídeo divulgado em seu canal no Youtube, é possível ver o momento em que ele queima o desenho, enquanto uma multidão o aplaude.

“Espero que todos aqui possam entender, espero que todos possam ver o lado positivo”, disse ele antes de retirar o que parecia ser a obra “Fantasmones Siniestros” de sua moldura e incendiá-la em uma taça de martini.

A cerimônia tinha o propósito de promover a venda de Mobarak de 10.000 cópias NFT exclusivas de “Fantasmones Sinistros” por seu mais recente empreendimento, Frida.NFT. O empresário afirmou que a venda dos NFTs beneficiará o Palácio de Belas Artes do México, o Museu Frida Kahlo de Coyoacan e várias instituições de caridade dedicadas ao atendimento médico para crianças. “O que vamos fazer é mudar a vida de milhares de crianças”, disse Martin.

O Instituto Nacional de Belas Artes do México anunciou na segunda-feira, 26, que está abrindo uma investigação sobre a destruição da pintura. “No México, a destruição deliberada de um monumento artístico constitui um crime nos termos da lei federal sobre monumentos e zonas arqueológicas, artísticas e históricas”, disse o instituto em comunicado. “Todas as informações necessárias estão sendo coletadas para estabelecer com certeza que foi a destruição de uma obra original ou uma reprodução”, continuou.

O instituto disse ainda que o Palácio de Belas Artes ainda não recebeu nenhuma doação de Mobarak ou de sua empresa.

O porta-voz do milionário não respondeu aos questionamentos do “NY Post”.

Em seu site “Frida.NFT”, uma mensagem diz que o desenho “transitou permanentemente para o Metaverso”. A empresa também sugere que mais estão por vir. “Como este evento histórico cria esperança para as crianças e os necessitados, criaremos mais eventos históricos”, diz um cartão de título no final do vídeo de julho.

Frida Kahlo
Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón mais conhecida como Frida Kahlo foi uma pintora mexicana conhecida pelos seus muitos retratos, autorretratos, e obras inspiradas na natureza e artefatos do México, no século XX.
Ao longo da vida, Frida pintou 143 quadros, dos quais 55 eram autorretratos. Apesar de ser considerada uma pintora surrealista, ela negava fazer parte do movimento por nunca ter pintado sonhos, mas sim sua realidade.
Dentre as principais obras da artista, estão: As Duas Fridas (1939), A Coluna Partida (1944), Hospital Henry Ford (1932), O Veado Ferido (1946) e Autorretrato com Vestido de Veludo (1926). Todas levavam o rosto de Frida como representação.
Além da força na pintura, ela também foi um símbolo de engajamento político. Em 1928 entrou para o Partido Comunista Mexicano. Nos dias atuais, Kahlo tornou-se símbolo feminista não só pelas pinturas, mas pelo empoderamento social frente a um cenário ainda conservador da época.
Frida foi encontrada morta em 1954, após complicações decorrentes de uma forte pneumonia. As cinzas hoje ficam em sua casa, que tornou-se o Museu Frida Kahlo.
 

Ação pretendia promover a venda de versões digitais da pintura

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Generated by Feedzy